47 3371.2340

47 3275.2215

Emergência

47 98462.7342

47 99274.6781

Notícias

Devo me preocupar quando o gato mia muito?

28/08/2020

Quem tem um gato em casa já está acostumado com o miado dos nossos amigos. Um gato miando muito está desconfortável com alguma situação, dessa forma, cabe ao tutor perceber qual a causa, seja à noite ou de dia, para ajudar o felino. As causas para o miado constante podem ser diversas, entre elas:


- Fome: em alguns casos, um gato filhote miando muito pode ser apenas um bichano com fome. Os gatos são exigentes em relação à sua alimentação, pois muitos se recusam a comer uma ração que ficou exposta por muito tempo ou que está localizada próxima à caixinha de areia.


- Sede: a hidratação é um problema comum para os bichanos. Muitos não gostam de tomar água parada, preferindo água corrente e fresca. Nesse caso, é possível encontrar bebedouros automáticos que estimulam a hidratação dos pets.


- Cio: gatas no cio costumam ter muita alteração no seu comportamento. Além de ficarem mais dengosas, podem miar alto e frequentemente, para despertar a atenção dos gatos machos da região.


- Caixa de areia suja: os gatos são pets preocupados com a própria higiene. Uma caixa de areia suja é um problema para os bichanos, que preferem ficar apertados a se sujar. Portanto, fique de olho na higiene do amigo.


- Tédio: os gatos podem até parecer preguiçosos, mas nossos amigos precisam gastar energia como qualquer outro pet. Quando se sentem entediados, podem miar para indicar desconforto. Nesse caso, compre brinquedos interativos e dedique um tempo diariamente ao bichano.


- Carência: os gatos gostam de manter a pose de durões, mas não se engane! No fundo, os felinos adoram uma boa dose de carinho. Um gato miando muito pode ser um pedido de atenção.

 



Dra. Regina Célia Muniz – Clínica Médica de Pequenos Animais – HOVET AMIZADE

 

Voltar