47 3371.2340

47 3275.2215

Emergência

47 98462.7342

47 99274.6781

Notícias

A anestesia é mesmo um bicho de sete cabeças?

05/03/2020

Quando falamos em procedimentos com anestesia nos pets a reação é quase unânime: pavor e preocupação. Mas será que ela é mesmo esse bicho de sete cabeças? Descubra aqui com a gente!

As anestesias são usadas para procedimentos cirúrgicos ou que exigem a contenção do animal. Nesse segundo caso, mantê-lo acordado sim que seria perigoso, pois ele estaria sujeito a movimentações perto de bisturis e outros materiais cortantes. Ela evita que seu amigo sinta dor e reduz o nervosismo durante os procedimentos.

Como cada bichinho – mesmo os da mesma espécie – tem um organismo diferente, as reações podem ser diversas. Enquanto alguns são facilmente sedados e passam bem, outros podem reagir negativamente.



Tendo consciência de qualquer possível risco, em alguns lugares e inclusive aqui no Hospital Veterinário Amizade há um especialista em anestesia. O anestesista faz com que os riscos nas cirurgias sejam bem baixos, graças ao uso de medicamentos mais modernos e a monitoração constante, que já começa antes mesmo da entrada no centro cirúrgico. Exames pré-operatórios, por exemplo, já preparam o anestesista para dar mais atenção à função renal, cardiológica ou outras.


E os pets idosos também podem?

Essa é outra preocupação bastante comum. Nos idosos, problemas renais ou hepáticos podem ser ressaltados pela idade, mas, antes de descartar a intervenção que pode melhorar a qualidade de vida do pet, é preferível fazer a bateria de exames requisitada pelo anestesista. Em condições favoráveis e com o acompanhamento do especialista é possível sim fazer um procedimento seguro em um animal com idade avançada.



Depois de ser submetido a uma anestesia, é comum que o animal fique sonolento ou durma mais do que o habitual. É preciso ter alguns cuidados comuns ao pós-cirúrgico, que certamente serão repassados ao tutor pelo veterinário responsável.

Podemos concluir então que a anestesia não precisa ser esse bicho de sete cabeças, se praticada da forma segura e correta! Um procedimento com acompanhamento de um anestesista é um procedimento com riscos bem mais baixos.



Voltar