47 3371.2340

47 3275.2215

Emergência

47 98462.7342

47 99274.6781

Noticias

BERNE OU MÍIASE, QUAL A DIFERENÇA?

05/09/2017

POR DRA. REGINA MUNIZ – CLÍNICA MÉDICA DE PEQUENOS ANIMAIS

Berne e  miíase são coisas distintas, apesar de similares sob alguns aspectos. Ambas são larvas que parasitam os animais. No caso do berne, os ovos, ao entrarem em contato com a pele íntegra, ali se aderem, até que as pequenas larvas eclodem, penetrando na pele. Deste modo, as larvas começam a se alimentar de tecido vivo, mas sem penetrar na musculatura, ficando apenas sob a pele, sendo que cada larva de berne fica em seu próprio espaço. Ou seja, em cada orifício existe apenas uma larva. No caso da miíase, popularmente conhecida como bicheira, a mosca deposita seus ovos diretamente na pele com algum tipo de ferimento e só ali deposita seus ovos.  As larvas eclodem e rapidamente se instalam na ferida, começando a se alimentar do tecido vivo, se alimentando de pele, músculo, tendões, o que houver pela frente. Não há limite para a penetração das larvas da miíase. Em cada orifício de penetração da miíase (que muitas vezes não são simples orifícios, mas galerias) pode haver várias larvas. O tratamento para as duas é similar e consiste na retirada das larvas e  tratamento subseqüente das feridas que ficam no animal e medicamentos que auxiliam no tratamento.

Voltar